Buscar

Como cuidar da sua Criança Interior


Deixe o passado passar, todos temos o poder de nos desprogramar de antigos padrões neurais e comportamentais. Podemos deixar algumas situações, como se abríssemos mão de uma vida passada, mas para isso é preciso honrar tudo como foi, agradecer à oportunidade de crescimento e aprendizados proporcionados por essas experiências. Siga e deixe o resto para trás.


A sua Criança é você pequenininho, sua parte mais alegre e preciosa, é quem nunca podemos deixar morrer em nós. A criança rege o nosso inconsciente e todas as emoções que nele habitam. As emoções reprimidas, especialmente raiva, medo, culpa, vergonha e frustração, quando não expressas e elaboradas adequadamente podem resultar em uma profunda tristeza ou mesmo somatizar no corpo físico como doenças diversas. De uma forma equivocada aprendemos a suprimir essas e outras emoções tidas como "negativas", considerando-as “não espirituais”.


Separe um tempo diário para se conectar com sua Criança Interior. Nossa criança necessita ser tratada como um filho, temos o poder de ser pai e mãe da nossa própria criança. Essa criança precisa ser vista, honrada, protegida e amada incondicionalmente, independente de seus eventuais "erros cometidos", pois geralmente ela carrega altas doses de carência e nem sempre recebeu na infância o que lhe era necessário em termos de nutrição afetiva.


Permita que a sua criança receba o seu próprio amor e cuidado. A criança não fica contente com críticas ou condenações de nossa parte, todas as emoções reclamam ser sentidas e acolhidas, não há necessidade em sentir medo ou vergonha -  negar nossos próprios sentimentos não nos auxilia a avançar. Permita que essa parte de você tenha todas as emoções (mesmo as ditas não-boas), a ame e a apoie nessa experiência de autoamor.


Aqui não cabe um julgamento aos nossos pais ou cuidadores e como procederam conosco em nossa infância, tendo em vista que todos deram o que tinham para dar e fizeram o seu melhor, conforme aprenderam e sabiam fazer. Agiram como sabiam agir.


Nunca é tarde para voltar e dar a si mesmo o que você não recebeu em sua infância. A nossa criança sempre permanecerá viva dentro de nós e precisa de cuidados constantes, então, este autocuidado e olhar amoroso exige ser promovido com regularidade, em especial quando estamos nos sentindo tristes e carentes de afeto e acolhimento. Normalmente projetamos nos outros e buscamos fora de nós este amor. É claro que podemos nos abrir para receber colo e aconchego de quem amamos, mas o ideal é não estabelecer relações de codependência - isso a longo prazo nos enfraquece e até mesmo adoece. Você, como um Ser de Luz, um Ser Divino, tem em suas mãos o poder para se cuidar e autonutrir.


Nossos guias, anjos, mentores e mestres estão sempre disponíveis para nos auxiliar neste processo amoroso de cura e fortalecimento interior, basta chamá-los e dar sua permissão para lhe auxiliarem.


Quando a nossa Criança Interior é vista, reconhecida, cuidada e nutrida ela se sente feliz e segura. Como adulto você pode transmitir seu próprio amor a ela. Ao liberar as velhas e densas cargas emocionais nos tornamos mais amorosos, ativos, alegres e criativos. Há uma expansão de nossa capacidade amorosa.


Quando toma consciência da existência de sua Criança Interior você tem em suas mãos o Poder e a Graça Divina para reconhecer e nutrir suas próprias necessidades, liberando de forma segura toda e qualquer emoção densa ou mal elaborada.


Deixo algumas sugestões com formas objetivas para cuidar e nutrir a sua Criança Interior:


🪁 Escreva em um papel tudo o que sua criança gostaria de receber, por exemplo: "Neste momento, envio a você, minha criança interior (ou a nomeie pelo apelido carinhoso de infância/ou por um apelido que você pode dar a ela 😊) todo o meu amor. Compreendo que neste momento você está insegura e sentindo muito medo/ou vergonha/ou raiva/ou culpa. Reconheço que está solitária, se sentindo impotente (diga o que mais ela estiver sentindo/lá no fundo você sabe o que ela sente, pois são seus próprios sentimentos)... mas, quero que saiba que estou aqui, cuidando de você. Peço que fique tranquila e se sinta em segurança. Estou aqui como adulto(a) cuidando de você. Está tudo bem. Neste instante lhe envio amor incondicional, conforto, segurança íntima. Saiba que você é a parte mais preciosa do meu Ser, que você é amorosa, inteligente, querida e muito amada."


Ao final, dobre o papel, o coloque entre suas mãos, envie energia Reiki por pelo menos 20 minutos/todos os dias, até você sentir que as emoções densas foram drenadas e que seu campo aliviou. Quando as emoções forem outras, elabore uma nova carta e repita o mesmo processo. A energia Reiki potencializa o processo de cura.


Se você não for reikiano, pode usar o texto acima como modelo e ler para você mesmo, em voz alta. Conversando assim de forma consciente com sua criança.


🪁 Nos moldes acima, você pode escrever cartas à sua criança ferida, antes de iniciar comande que somente as forças do bem, do amor e da luz se manifestem através de você. Convide seus mentores, anjos, guias e guardiões. Deixe sair no papel todos os seus traumas de infância. Vale conversar por meio de cartas com as pessoas que feriram/traumatizaram/machucaram a sua criança à época (muito provavelmente essas pessoas agiram de forma inconsciente). É preciso liberar perdão, não há outro caminho. Escrever cartas é uma forma para digerir seus pensamentos e sentimentos, quando jogamos no papel fica mais fácil elaborar as emoções à nível mental, o que alivia o campo emocional e a dor da criança. Quando concluir, leia as cartas em voz alta e as queime (a fumaça conduz essas energias para serem devidamente tratadas no astral superior).


🪁 Permita que a sua criança chore. Desde a infância fomos condicionados a reprimir nossas emoções, tente se lembrar de quantas vezes ouviu ou mesmo falou: “engole este choro”! Os homens, em especial, sofreram mais neste quesito, pela cultura, pelas crenças equivocadas, foram induzidos a reprimir suas emoções. Chorar é algo natural a nossa fisiologia humana, é um mecanismo perfeito para drenar emoções que nos sufocam. Chorar é uma maravilhosa limpeza espiritual. Portanto, sempre que preciso for, chore, deixe sair!


🪁 Brincar com as crianças é uma excelente maneira de nos conectar à nossa própria criança interna. Você pode brincar com seus filhos, sobrinhos ou mesmo com outras crianças de sua convivência. Fazer trabalho voluntário com crianças carentes é uma ótima pedida, nutre a alma em vários níveis, fazer o bem nos faz muito bem.


🪁 Praticar atividades lúdicas e criativas sempre nos aproxima da nossa criança. Pintar mandalas, colorir desenhos, cantar, subir em uma árvore, brincar conosco, etc.


🪁 Constele. Nada melhor do que deixar sua criança se curar dentro de um ambiente seguro e protegido. Há vários terapeutas que atuam de forma séria com a terapia denominada: Constelações Familiares. Esta técnica foi criada e desenvolvida pelo alemão Bert Hellinger. O ideal é constelar pai e mãe (talvez por mais de uma vez). Muitas libertações só chegam por meio dos desemaranhamentos promovidos nas Constelações.


🪁 Medite. Reservar ao menos 20 minutos do seu dia às práticas meditativas é muito salutar. Ao meditar você irá reconhecer e aprender a lidar com a energia da sua Criança Interior. 


🪁 Às vezes o que a criança mais quer é comer um doce. Uma sobremesa bem saborosa. A leve para passear! É permitido proporcionar a ela prazeres saudáveis, sem medo, sem culpa. Toda criança precisa de determinados limites, dê o doce que ela está pedindo, mas com moderação, ok?


As técnicas acima podem ser utilizadas por toda nossa vida, visto que a Criança estará dentro de nós sempre. Somos formados por três partes: Criança; Mulher sábia e Anciã (mulheres) e Criança; Homem sábio e Ancião (homens). Só podemos nos tornar realmente sábios quando integramos a nossa Criança Interior, não se deixe de lado, cuide da sua com muito amor e respeito.


Um beijo no coração de cada um de vocês!


Com amor,


Aline Keny


Imagens via Internet

 

Seja bem-vindo(a). Aqui é um cantinho de amor e autoconhecimento! Caso sinta em seu coração, você é livre para compartilhar este texto. Assim sendo, não se esqueça de mantê-lo íntegro, incluindo o nome da autora e o link do site de origem. Namastê!


©2018-2021. Todos os direitos reservados a Sintonia Kuan Yin Terapias Integrativas – Brasília (DF).